segunda-feira, novembro 06, 2006

Lá nisso estamos de acordo


Cavaco Silva manifestou-se contra a condenação de Saddam Hussein à pena de morte, por enforcamento, por crimes contra a humanidade, decretada pelo Tribunal Especial Iraquiano. Concordo e não era de esperar que o nosso presidente dissesse outra coisa.
São duas as finalidades principais das penas: reprimir e prevenir a prática de novos crimes. A sua função não é unicamente punir, deve havar alguma pedagogia, digamos assim. O olho-por-olho e dente-por-dente é coisa do passado, da idade das trevas.
A pena de morte não cumpre esses objectivos fundamentais. Com que cara é que um Estado exige que não se deve matar os outros se é ele o próprio que dá esse exemplo?

2 comentários:

maloud disse...

A sentença estava cozinhada desde sempre.

ricardo batista disse...

Nem quero imaginar o banho de sangue que vai despoletar a execução desta pena.