sexta-feira, outubro 10, 2008

Plexo Solar



Há um ponto no meio de nós

Que nos dá tudo que é preciso

Aí encontra-mo-nos a sós

Quase, quase, no paraíso


O seu local é no centro

Bem junto do umbigo

Por fora ou por dentro

Sempre, sempre, contigo


Como que pano a respiração

Vem em bordados de alento

E em rendados de emoção


Ai a manta do pensamento

Reúne os retalhos de razão

Anima a alma é o alimento

(coriigido e tudo)

3 comentários:

Mariana disse...

Parabéns! Adorei teu blog!!

maria disse...

E colocada a correcção, eu acrescento um mantra a esta oração: RAMMMMMMMMMMMMMMMMM

rb disse...

E tu, Maria, sabes o que estás a falar, pois, RAM, é o mantra do plexo solar.