quarta-feira, março 05, 2008

O ciclo da escrita

"Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou no instante, às voltas do meu coração" (Chico Buarque).

O Escrita Irregular é como um irmão gémeo para o Escaninho. Nasceram na mesma altura e andaram sempre lado a lado. Não tenho dúvidas que serviu para acrescentar algo mais à amizade e conhecimento recíproco dos seus autores. O Rui Guerra, alguém que tecla com um jeito "sempre muito criativo, interventivo, crítico, actual, informado", ao optar pelo Fim de Ciclo, vai fazer muita falta ao blogar dos nossos dias, estou certo e seguro. Espero que regresse em breve. Um abraÇo.

2 comentários:

rui guerra disse...

um abraço.
(não contes com isso do regresso)

rb disse...

Meu Caro,
Tu és soberano, naturalmente, compreendo e respeito a tua decisão, embora lamente não ter o prazer de te ler no Escrita, no entanto, bem diz o ditado, nunca dizer desta água nunca beberei.

PS: aproveito para agradecer a bela homenagem que fizeste aos leitores do ER, no artigo do Labor desta semana (que já a tinha lido ...), é por causa de estórias como aquelas que o ER era tão especial.