quinta-feira, novembro 22, 2007

O clube dos amuados

A moda de abandonar os jornalistas a meio das entrevistas está a pegar. Parece que já estou a ver o Sócrates imitar a cena do Scolari, na conferência de ontem. Aliás, o mentor deste estilo é Santana Lopes, o seu a seu dono. Então, todo esbaforido, o PM diz para os jornalistas:
- Vocês só sabem falar mal de mim?!
- Não tem uma única coisa boa que eu faça?!
- É tudo ruim?!
- É??!!
- Então eu vou-me embora.
E bate-lhes com a porta.

2 comentários:

rui guerra disse...

é para veres o nível de certo jornalismo.
deves incluir o Nicolas Sarkozy que abandonou uma entrevista em directo num canal Norte - Americano.
de qualquer forma, o Sócrates é vitima indirecta deste jornalismo, não nas conferências de imprensa mas, nas reportagens de qualquer desgraçado de um funcionário público está implicita a crítica ao PM e ao seu modo de agir.
É uma classe complicada, em grande parte oca, salvo raras excepções, que iniciam reportagens com ideias pré-concebidas e procuram testemunhos para irem de encontro à sua tese.
No caso de Scolari, estavam todos com vontade de o mandar para o Brasil e como no campo as coisas foram como foram e Portugal ficou apurado, a desforra foi feita na sala de imprensa.

rb disse...

É mesmo isso, Rui, os jornalistas empenham-se em sacar uma declaração que possa fazer manchete. Por isso não se ralam em estudar os assuntos e fazer perguntas a sério, o que eles gostam é da provocação, de insistir naquilo que sabem não vai ser respondido e que é acintoso para o entrevistado.
Mas em relação ao Scolari, também deve dizer-se que ele se põe a jeito.